22 de set de 2014

Na Ilha

 
Estranho barulho
São vozes ancoradas
Secando seus sais

Por trás do que calo
Há uma multidão de ais

Tamanho marulho
São fozes abarcadas
Molhando abissais

Por trás do que falo
Há uma solidão de cais

(Cris de Souza)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Uive à vontade...

Ocorreu um erro neste gadget