29 de ago de 2010

No Âmago do Impulso


1. Transforme três problemas em um.

2. Concentre-se no problema e elimine-o.

3. O que acontecer durante o processo é a vida.

4. Não pense sobre o assunto, apenas sinta a realização.

5. Trabalhe em execuções, não em planejamentos.

6. Mantenha a mente vazia, o corpo disposto e o espírito livre.


(Cássio D. Versus)

Leito


"Tu me despertaste com teu enleio de menina sádica. Formosura e devoção em plena guerra interior. Não nos amedrontamos com os demônios intrusos que aproveitam-se do nosso alvoroço emocional com a única intenção de alienar nossos anjos vigilantes através desses corpos hóspedes que ocupamos, tuas digitais e minhas cicatrizes. Maré afortunada e inexorável, quase tráfego das nossas canções idílicas que eram Campos Elísios. Saliva e sangue e indigência, indolência, ou o que parecer nosso. Vou por aí embriagado de harmonia tua capturada durante as minhas brincadeiras relacionadas a traduções de poesias corporais (dos seus momentos), audácia ardilosa, paixão com fúria desenfreada meio mansa explosão, desejando com veemência ver alguma morte, ainda que tamanha fatalidade posa representar o renascimento de algo superior e respectivamente monstruoso sobre décadas despóticas, o atordoado drama que somos fica a parte. Tudo o que te tanto importa sempre fica a parte. Deverias acordar também, minha pálida companheira."

 Acássio.


(Metal do Meu Espírito, Cássio D. Versus / 2007)

Arte de Amar


Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação,
Não noutra alma.
Só em Deus - ou fora do mundo.

As almas são incomunicáveis.

Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.

Porque os corpos entendem, mas as almas não.


("Meus Poemas Preferidos", Manuel Bandeira)