9 de fev de 2014

Encarnação


(... fico enfim escasso
e desisto
da orla romântica,
não há socorro
nesse árduo meandro)

e te quero,
te quero rouca,
translúcida,
tépida,
crua,
nua,
faminta,
obsequiosa e
vagabunda.

te quero assim
desordenada,
resignada e aguerrida...

se essa porra for pecado
me transformo em deus
e refaço as regras da vida.

te quero como
o próprio Senhor
quis a Virgem Maria.


(Cássio D. Versus)

Me Descansa


e fui dormir
pra me acordar
na outra vida,

vida outra, vinda
assim no meu descanso
me diz, por que te danço
se me deixa despertar?

logo me acordo
e recordo o devaneio:
que pensar mais realista!
no amor e em poesia
só o sonho vem primeiro.
- e talvez só ele exista.


(Cássio D. Versus)

Ensonado


dormir
o dia inteiro
e sonhar
como quem
vive
forasteiro

acordar
tarde demais
e perceber
que todas
as horas
são marginais

se levantar
pra quê
quando o tempo inteiro é ida?!
e no final
vai perecer
como quem dormiu por toda a vida


(Cássio D. Versus)

Revolucionários, Sou


não quero amigo covo
nem velho ou vivo ou morto
quero a glória de um povo
apenas eu! - multidão de novo


(Cássio D. Versus)

E que o nada venha antes de tudo


ferida
e
árvore quebrada

o quão arriscada é a saída
de uma vida sem estrada?

Persegue o tempo percebido?

Acomete o pensamento arrependido?

Fica meio passo
do saber aborrecido
elaborado de ocaso

VIDA PERDIDA
melhor que
VIDA VENDIDA


(Cássio D. Versus)

O Diabo Soube


"Queremos tudo,
passo a passo,
descalços
no encalço
de qualquer mundo."

Antes de morrer o homem sofreu três vidas.

Por alguns minutos.


(Cássio D. Versus)

Entoada


Minha minha
companheira
dança
na ribanceira

Ayalla no campo

Faz um cado
sem tanto
saber da eira
corpo é circo de madeira

e a alma
um palhaço


(Cássio D. Versus)

(...)


Se me junto amado
em romance estendido
perco o tempo ludibriado
no meu verso proibido


(Cássio D. Versus)

Ocorreu um erro neste gadget