31 de out de 2011

Minha Revolta


Perdoai-me Senhor!
Se amanhã
Ao invés de um lápis,
Eu empunhar uma arma.

Perdoai-me Senhor!
Se amanhã
Ao invés de minh'alma,
Eu apertar um gatilho.

Perdoai-me Senhor!
Se amanhã
Ao invés de versos,
Eu compor violência.

Perdoai-me Senhor!
Se amanhã
Ao invés de papel,
Eu rabiscar corpos.

Perdoai-me Senhor!
Se amanhã
Ao invés de tinta,
Eu derramar sangue.

Perdoai-me Senhor!
Se amanhã
Ao invés de poeta,
Eu me tornar um sanguinário.

Perdoai-me Senhor!
Se amanhã
A minha revolta por justiça,
Não for apenas poema.


(Gênes Francelino de Alencar)

26 de out de 2011

Liberta-te


me deixe sair
cavalo fraco

são dedos amenos
assim de terrenos
CANELA E CRAVO

me deixe sair
agora,

esconder a espora,

do corpo dono
que aqui não mais mora.


(Cássio D. Versus)

25 de out de 2011

(...)


"Não há no mundo nada que em sentido absoluto nos pertença,"


(José Saramago, Ensaio Sobre a Cegueira)


19 de out de 2011

A uma freira que satirizando a delgada fisionomia do poeta lhe chamou "Pica-Flor".


Se Pica-Flor me chamais,
Pica-Flor aceito ser,
Mas resta agora saber,
Se no nome que me dais,
Meteis a flor que guardais
No passarinho melhor!
Se me dais este favor,
Sendo só de mim o Pica,
E o mais vosso, claro fica,
Que fico então Pica-Flor.


(Gregório de Matos)

18 de out de 2011

(...)


Não corras atrás do
passado,
Não busques o futuro,
O passado passou.
O futuro ainda não
chegou.
Vê, claramente, diante
de ti o Agora.
Quando o tiveres
encontrado
Viverás
o tranquilo e
impertubável estado
mental.

"a jangada é um meio para se atravessar, não para se guardar."


- Pensamento Budista

Espumas Flutuantes


SUB TEGMINE FAGI

(...)

A lua — traz um raio para os mares...
A abelha — traz o mel... um treno aos lares
Traz a rola a carpir...
Também deixa o poeta a selva escura
E traz alguma estrofe, que fulgura,
Pra legar ao porvir!...

(...)

- Castro Alves, Boa Vista - 1867

Poesia


"Mas a poesia nunca foi tão boa
quanto na época em que tinha que ser feita só com três palavras."


(Paulo Leminski, Gozo Fabuloso)

4 de out de 2011

PARE DE PENSAR




PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR
PARE DE PENSAR

- - - - - - - - - - - - -

\/\/\/\/\/\/\/\/\/

debaixo do tronco

amargor do anjo bronco

- toda raíz está para estar,

ele dizia,

o mundo acontece

PARE DE PENSAR


(Cássio D. Versus)

Ocorreu um erro neste gadget