6 de fev de 2013

Um enevoamento extasiado


Um enevoamento extasiado
Grassa na matéria
Minha existência cansada

Chove da vida a lonjura
Imo de chovido permanecer
Gota d'água a cair pesada

E a nebulosidade na delonga
Faz pensar qué cavo esse viver;

Do SONHO toda a mironga
De quem a graça é se perder


(Cássio D. Versus)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Uive à vontade...

Ocorreu um erro neste gadget