2 de set de 2011

Epopéia


Céu.
Que céu?
O céu é quimérico.
Nuvens não.
Ah, com certeza as nuvens não!
Elas passeiam, dançam, choram
ora de contentamento
ora de desalento
ora de fereza
certas vezes
são tão generosas
que emascaram o sol
tornando assim
todo o horizonte conspícuo...

Nuvens são tão verdade.


(Cássio D. Versus)

Um comentário:

Uive à vontade...

Ocorreu um erro neste gadget