8 de abr de 2009

Sobre Terráqueos...


- Imagine uma boiada desenfreada correndo para não ser pisoteada, ou abatida, por seus próprios temores e algo mais, assim segue a corrida humana através do tempo. Existem aqueles que se alienam pela estreita vista, outros vêem oásis abundante no horizonte incerto como as propagandas assim o fazem, e poucos enxergam ou sentem do que estão participando, têm a consciência de estarem lá, o que já é um grande diferencial. Você possui a noção de subterfúgio dessa sociedade, o quão desumanos podemos nos tornar. Somos aberrações travestidas, roupas e enfeites, modismos, gestuais dogmatizados, pensamentos ínfimos, ponderações rudimentares... em nada somos pessoas, apenas invenções estereotipadas...

(Liessa Dallanora e Cássio D. Versus - 2007)
     

4 comentários:

  1. Somos as aberrações mais insanas nessa boiada, abraçados à escuridão, perambulando nas sombras, esperando nossos momentos de agir. Viver nas sombras é o que nos torna diferentes dos outros... e mais interessantes que a maioria.

    ResponderExcluir
  2. Está ai a humanidade brilhantemente descrita!

    Porém, tentar achar a sensibilidade e bondade que ainda resta dentro de nós é crucial... por mais estagnada que esteja a relação de respeito e compaixão que exista entre os seres humanos.

    (Achei seu blog no da Cris, e gostei muito.. tem visão crítica e demonstra inteligência.)

    ResponderExcluir
  3. Está me saindo melhor que a oferenda...

    ResponderExcluir
  4. Essas conversas incógnitas de Cássio com suas 'musas' sempre levam todos nós a lugares incomuns de revelação e elevação interminável.

    ResponderExcluir

Uive à vontade...

Ocorreu um erro neste gadget